Compartilhe o Memorial 0048A

Biografia

Cesário Nazianzeno de Azevedo Motta Magalhães Júnior .

Político brasileiro, Nascido em Porto Feliz em 5/03/1847. Falecido no Rio de Janeiro em 25/04/1897. Diplomado em Medicina pela Faculdade do Rio de Janeiro, foi grande propagandista da República, Participando ativamente da campanha republicana.

Em 1877 foi eleito deputado provincial, integrando o triunvirato do primeiro governo republicano de São Paulo. Em 1890 elegeu-se Deputado Federal e participou da Constituinte de 1891. Remodelou a instituição pública do Estado, fundou estabelecimentos gratuitos de ensino, de nível médio e a Escola Política do Senado. Como higienista, promoveu o saneamento do porto de Santos e trabalhou pela extinção da febre amarela, combateu a cólera e a varíola.

Foi ainda Secretário do Interior no primeiro governo de Bernardino de Campos. Sobre Cesário Motta, encontramos também a seguinte nota: A Convenção de Itu foi a primeira convenção republicana, realizada na cidade paulista de mesmo nome, com representantes republicanos das classes conservadoras de várias cidades paulistas. Na convenção, foi aprovada a criação de uma assembléia de representantes republicanos e eleita uma comissão que designaria os negócios do partido. Participaram 133 convencionais, sendo 78 cafeicultores e 55 de outras profissões.  

A assembléia de Itu revestiu-se de excepcional solenidade, cujas deliberações ecoaram por todo o Brasil, conclamando os espíritos para a campanha liberal, que culminaria com a implantação do regime republicano federativo. Nas asas da imaginação, com estudo e arte, filhos de Capivari, por nascimento ou adoção, se deixam levar sem fronteiras, pois desde o início de sua formação, a cidade apresenta nomes que se aventuram no mundo das artes, da política, do esporte, etc., tendo alguns deles alcançado projeção nacional e internacional. Já em 1880, o teatro encontra espaço na cidade quando o Dr. Cesário Motta Júnior escreve a comédia "A caipirinha", com o enredo retratando a Capivari daquela época e levada à cena por alguns atores amadores daquela cidade. Cesário Motta Júnior, filho do médico Dr. Cesário Motta e de Clara Cândido Motta, nasceu em Porto Feliz, em 05/03/1847.

Ali iniciou seus estudos e depois foi para o Rio de Janeiro estudar medicina. Quando formado veio trabalhar em Capivari e aqui ficou até tomar-se deputado da Assembléia Constituinte, em 1891. Cesário Motta Júnior tomou-se conhecido e querido na cidade de Capivari, não só como médico, mas também por exercer ativamente sua cidadania, lutando pelas áreas da educação e saúde, preocupando-se com a higiene e o bem-estar da população.  Foi um dos idealizadores e sócio-fundadores da Sociedade de Medicina de São Paulo e primeiro presidente do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. Pouco tempo depois, em 1883, o gramático, jornalista e romancista Júlio Ribeiro manda construir uma casa, à Rua Bento Dias, onde instala um colégio e escreve ali sua célebre obra "A carne".

 Nessa casa, funciona atualmente, a Casa da Criança, uma entidade de assistência ao menor. A cidade possuía também, em 1884, a casa de ensino "O Ateneu Capivariano", internato e externato dirigido pelo professor Serafim José Horto e Melo. Considerado como um político que viveu muito à frente do seu tempo, Cesário Motta foi, talvez, o que mais se preocupou com a educação na história de nosso estado. E seu trabalho trouxe reflexos positivos na vida de São Paulo. Esta biografia tem o mérito de analisar o personagem considerando o meio social em que viveu. Ressalta ainda a sua liderança no meio maçônico, tirando do prestígio desse movimento e força para seus projetos educacionais. Cesário Motta remodelou a instrução pública do Estado de São Paulo e fundou a Escola Politécnica de São Paulo.